3 de janeiro de 2009

Entrevista HP

Nós do History Playcenter, decidimos colocar as duas entrevista do quadro de 2009 pra vocês acompanharem de novo como foi o sucesso do quadro !
_____________________________________________________


Eduardo Moraes


Como iniciante no Maior evento de Terror do MUNDO, qual foi o maior desafio para ser um Ator das NDT ?

Na minha opinião foi passar por um teste com psicologia, pra poder entrar no evento .

E você acha que valeu a Pena ?

Conserteza, pois sempre foi meu maior sonho participar desse evento .

Porque ?

Faço teatro a 3 anos, frequento o Playcenter desde pequeno sempre participei dos eventos e sempre quis trabalhar nesse área .

Você teve alguma dificuldade para entrar no evento ?

Não

O que você faria se uma pessoa mexesse com você de uma forma que não está na regras das Noites do Terror ?

Eu procurava me acalmar, e me distanciar da pessoa e continuar meu trabalho de forma exata .

E o que você espera que aconteça ?

Eu espero que todos respeitem o meu trabalho

Você acha que as Noites do Terror serão difíceis esse ano ?

Eu acho que não, pois eu acho que quando a pessoa gosta, ela encara todos os objectivos sendo eles bons ou ruins .

Quais são seus objetivos no evento ?

Meus objetivos é fazer meu trabalho mais exato e com a maior competência e responsabilidade possível .

E as Noites do Terror é um objetivo bom ou ruim ?

É um objetivo bom


Se você pudesse pedir alguma coisa no evento, o que você pediria ?

Eu não pediria nada, pois eu acho que tudo esta muito bom esse ano e não vai faltar nada. Só tenho que agradecer e essa oportunidade maravilhosa que eles me deram que é estar no elenco esse ano.

O que te motiva a fazer um bom trabalho ?

É eu fazer um trabalho que gosto e sempre dando o melhor de min .

_____________________________________________________


Roberto

HP - Vamos lá: Qual é o seu nome e sua idade?

Entrevistado - Roberto, 19 anos.


HP - Você foi monstro por duas vezes consecutivas. Na primeira vez foi difícil ?

Roberto - Mais ou menos, pois eu não tinha terminando meu curso de teatro.

HP - Eles fazem muitos testes?

Roberto - Sim muitos, fiquei nervoso no começo. Caiu terror, suspense... E um verbo triste, como se algum abalasse minha vida.

HP - Você estava mais nervoso ou com medo?

Roberto - Mais nervoso. E com uma dúvida se ia ou não passar pelo teste.

HP - E depois que você recebeu a notícia de que conseguiu, qual foi a sua reação ?

Roberto - Nossa, muito bom. Quase me deu um treco, porque era meu sonho. Chorei e depois fui comemorar.

HP - Até aí tudo bem... Mas quais foram os principais desafios dos 20 anos das Noites do Terror?

Roberto - Foi as barreiras, porque era o meu primeiro trabalho em público.

HP - Existem pessoas que vão ao evento para agredir os atores, em algum momento você foi agredido durante os dois eventos do qual você trabalhou?

Roberto - Sim, jogaram um copo em mim porque eu não quis tirar foto.

HP - E o que você fez a respeito disso?

Roberto - Sai de cena, e chamei o menino que fez isso e tive que chamar a atenção dele. Falei que eu não estava lá para brincadeira.

HP - As pessoas tem os mais diversos tipo de reações com os monstros. E as vezes não tem como se segurar. Teve alguma reação que foi engraçada que você saiu do seu personagem e não conseguiu segurar o riso?

Roberto - Sim, várias.

HP - Fale uma que você nunca vai esquecer.

Roberto - Quando a menina estava saindo do necrotério e gritei de onde você vem, ela começou a chorar e mijou nas calças e começou a bater na porta para entrar novamente. Ela estava desesperada. Tive que comentar com um amigo meu e sair de cena.

HP - Por ser um evento ao vivo, e grandioso você tem que sair das mais diversas situações. Qual foi a situação mais difícil que você teve que sair?

Roberto - Quando assustei uma senhora e ela passou mal. Aí tive que sair para ver como ela estava na enfermaria.

HP - Teve algum momento que você falou : "Ah! Não quero mais ser monstro!" por algum motivo?

Roberto - Não, nunca passou pela minha cabeça isso. Eu só pensava : "Quero que tudo isso não acabe tão cedo".

HP - Teve algum amigo que já te assustou durante o evento?

Roberto - Já sim. Eu estava passando perto da ponte quando o Jason veio correndo com a serra. E acabei correndo e gritando. (risos)

HP - Já aconteceu algum "desastre" com a fantasia ou com a maquiagem
?

Roberto - Já sim, caiu a minha lente.

HP - E você achou ?

Roberto - Não, neste dia acabei ficando sem.

HP - E depois, conseguiu outra?

Roberto - Sim, mas levei uma bronca. Mas de boa. (risos)

HP - Por que não quis trabalhar esse ano?

Roberto - Porque esse ano vai ser muito pesado. Tem que ter muito fôlego.

HP - Pesado de que forma?

Roberto - Como você sabe vai falar sobre a cidade de São Paulo e vem com um grande elenco, que vem treinando á meses para este ano. Então tem que ter força e garra para enfrentar.

HP - Mas essa desistência tem um lado bom, já que você vai conferir o maior evento de terror do mundo, qual a sensação de voltar a ser espectador esse ano cheio de surpresas?

Roberto - Vai ser muito bom sim. Porque dois anos seguidos fui monstro... Não me diverti muito. Mas este ano vou aproveitar muito.

HP - Para quem sonha em ser monstro, ser monstro é bom ou é difícil? Qual é a maior dificuldade em ser monstro?

Roberto - É muito bom sim para quem sonha ser. Sim, é difícil sim. A maior dificuldade é que você vê as Noites do Terror passarem sem você aproveitar com os amigos.

HP - Agora depois de trabalhar dois anos, você tem que sensação?

Roberto - Uma sensação muito boa. Sentir na pele o que eles sentem. Poder se tornar realmente quem você quer ser na vida, e realizar seu sonho.

HP - Alguma palavra final?

Roberto - Sim, quero agradecer primeiramente a Deus e ao Tony que me indicou a fazer os testes, e agradecer a equipe toda do Playcenter que me deu esta grande oportunidade. Agradecer a minha família e aos meus amigos que me deram maior apoio. E agradecer aos meus fãs.

HP - Obrigado Roberto, History agradece sua entrevista.

Roberto - Obrigado vocês por me entrevistar e
me fazer relembrar meus bons momentos.

15 Comentários:

ADOREI O QUADRO..MUITO BEM CRIADO

Mara adorei a entrevista quero um monstro desse no meu quarto kkkk

Lord Vincent disse...
20 de julho de 2009 19:25

Lord Vincent aqui

Foi muito bom pra você Eduardo, quero que tu brilhe muito meu parceiro. Meus parebens cara!

PS : Nem repara no meu nick, heheheheheheehehe

Felipe Mendes disse...
20 de julho de 2009 19:27

Carai representou mlk

Eduardo 100% Perfeito Amo de Paixão *-*

parabens primo
fico feliz que vc tenha realizado esse sonho
vai ser muito loco esse ano lá
xD

Parabens Edu... a entrevista ficou fera...

e mi aguarde... ano que vem estarei ai com vc...

e esse ano eh claro q eu estarei aih, prestirgiando o trabalho de todo o elenco das ndt! e tirando mtaa³ foto com vc eh clarooO!!

essa entrevista ficou demais, o history playcenter superou todos agora .

Anônimo disse...
23 de julho de 2009 18:49

adorei ....

Anônimo disse...
24 de julho de 2009 10:25

quero ver a próxima

Anônimo disse...
27 de julho de 2009 15:23

gostei

muito boa essa matéria . o outro BLOG tem que ter criatividade que nem esse é isso que o pessoa gosta

- MEU SONHO E TRABALHA NO PLAYCENTER COMO MOSTRO MAIS NUN SEI OQUE PERSIZA SE ALGUM PODER MI INFORMA

alguem sabe qual vai ser o tema das noites do terror 2011 ???

quero uma resposta que faça sintido não palhaçada

meu sonho é trabalha no playcenter como monstro des do meu 1 ano de idade minha mae me levava para as noites do terror mi enteressei estou fazendo curso de teatro para mim pode entrar nessa carreira